© 2018 por O Camafeu. As peças aqui apresentadas refletem uma parcela do acervo para locação. Para  conhecer todas as nossas disponibilidades, pedimos a gentileza de entrar em contato com nossa equipe. Em nosso blog, com exceção da categoria Real Life, todas as imagens já se encontram em domínio público.

March 27, 2018

February 19, 2018

February 16, 2018

January 28, 2018

January 24, 2018

Please reload

Posts Recentes

O piano e o harmônio: música para os ouvidos, colírio para os olhos

December 1, 2017

Quando falamos em piano ou teclado para eventos, não há meio termo: ou pensamos em pianos de calda cinematográficos, ou naqueles eletrônicos desprovidos de personalidade. Pianos de calda são difíceis de transportar. Teclados eletrônicos apagam parte do charme ligado à música. A resposta criativa é a utilização de um piano vertical ou de um harmônio. Ainda não conhece? Então vem comigo.

 

 

O piano vertical voltou com tudo! Este belíssimo e prático instrumento, tão popular nos anos 20 e 30, foi  colocado de lado com o advento da tecnologia eletrônica. Apenas recentemente notamos um crescimento do seu uso. Isso se deve ao fato do piano vertical ter acumulado duas funções, uma funcional e outra decorativa. Além da inigualável beleza e originalidade do som produzido, o instrumento ganhou status de relíquia, no sentido mais fino do termo. 

 

 

Como se não bastasse a beleza do móvel em si, é perfeitamente possível adornar o piano vertical. Todo um cenário pode ser estabelecido a partir desse item. O entorno também precisa ser considerado. Por exemplo, exposição ao clima ou lugares de difícil acesso são um empecilho quando falamos em piano vertical.

 

 

Todo músico de verdade, profissional ou amador, palpita no peito ao se deparar com a oportunidade de tocar um instrumento original e bem preservado. E não há como negar, o timbre de instrumentos acústicos costuma ser melhor. Para aumentar a potência de alcance do som, basta abrir as partes móveis do piano vertical. Mas atenção: lembre de afinar as cordas do instrumento, contratando o devido serviço profissional especializado. A partir daí, é só sentar, tocar e sorrir.

 

 

Você é fotógrafo e não sabe o que inventar para surpreender seus clientes? Proponha um cenário com um piano vertical. Ao lado, em cima, a frente, são diversas as posições e perspectivas que podem ser obtidas utilizando um item dessa magnitude estética. 

 

Graça e requinte são os principais atributos simbólicos de um piano vertical. Nas mãos de um decorador, é sucesso na certa. Nas de um fotógrafo, é garantia de fotos simplesmente fabulosas. Lindo demais!

 

 

Algumas boas referências internacionais AQUI, AQUI, AQUI e AQUI. em que o uso de um piano vertical mostrou ter sido uma ótima escolha.

Além do piano vertical, há outro instrumento primo-irmão, chamado harmônio, muito utilizado no hemisfério norte mas ainda pouco conhecido abaixo da linha do Equador.

 

 

O harmônio é um instrumento musical de teclas, cujo funcionamento é muito similar ao de um órgão, mas sem os tubos que caracterizam este último. Tornou-se um instrumento musical de uso típico em igrejas.

 

 

O harmônio foi reinventado em Paris em 1842 por Alexandre Debain. Christian Gottlieb Kratzenstein (1723-1795), professor de Fisiologia em Copenhague, foi creditado como o primeiro criador de um harmônio (apesar de que o instrumento já existia na Ásia), depois de vencer o prêmio anual de 1780 da Academia Imperial de São Petersburgo.

 

 

Sem sombra de dúvida, o harmônio chama atenção onde quer que esteja. Além da presença marcante do harmônio, há o caráter sacro do som produzido, perfeito para proporcionar um clima ainda mais espiritual.

 

 

Cenários também podem fazer uso de um harmônio, aproveitando seu teor exótico e clássico como um sedutor e infalível apelo estético. Difícil não se apaixonar pelo harmônio, não é mesmo?

 

 

Seja um piano vertical, um harmônio ou outro grande instrumento, o que importa é proporcionar ao público um impacto único e inesperado, que só itens muito especiais podem oferecer.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload