© 2018 por O Camafeu. As peças aqui apresentadas refletem uma parcela do acervo para locação. Para  conhecer todas as nossas disponibilidades, pedimos a gentileza de entrar em contato com nossa equipe. Em nosso blog, com exceção da categoria Real Life, todas as imagens já se encontram em domínio público.

March 27, 2018

February 19, 2018

February 16, 2018

January 28, 2018

January 24, 2018

Please reload

Posts Recentes

Uma paixão chamada Chesterfield

January 19, 2018

 

Há anos, sofás Chesterfield decoram lugares majestosos como palácios, casas luxuosas, grandes escritórios comerciais, clubes, restaurantes caros e lobbies de hotéis cinco estrelas. É o grande representante da escola inglesa de design de móveis.

 

 

Com seu couro de luxo, abotoaduras profundas, costas baixas e braços altos, este clássico de estilo se consagrou nos clubes de cavalheiros e casas magistrais do antigo Império Britânico para se tornar um item de mobiliário altamente valorizado em todos os cantos do globo .

 

 

O estilo foi originalmente encomendado por Lord Philip Stanhope, o quarto Conde de Chesterfield (1694-1773). O conde era um escritor e político admirado pela classe aristocrática rica da Grã-Bretanha, conhecido como um líder de tendências de seu tempo. Dizem que o conde queria que um cavalheiro se sentasse sem criar vincos no vestuário. Então, ele contratou um artesão local para encontrar uma solução. O resultado final foi o precursor do sofá Chesterfield

 

 

O abotoamento profundo, que se tornou uma marca registrada dos sofás Chesterfield contemporâneos, não foi adicionado até a era vitoriana. Da mesma forma, as molas em espiral usadas na suspensão do sofá não receberam uma patente até 1828 - nove anos antes de a Rainha Victoria subir no trono. Quando essas duas características foram introduzidas, o conforto do sofá aumentou, dando o salto para os sofás Chesterfield acolhedores os quais nos acostumamos nos tempos atuais.

 

 

À medida que se tornou mais popular, o sofá Chesterfield encontrou caminho para as casas de muitas famílias ricas, onde havia uma tendência generalizada de ter sofás em luxuoso veludo ou couro para combinar com a grande decoração que os cercava. Esses dois materiais ainda são populares até hoje e tornaram-se associados como parte do visual do sofá Chesterfield.

 

 

Os sofás Chesterfield também se tornaram um acessório de muitos clubes de cavalheiros em Londres, como White's (1693) e Carlton Club (1832), proporcionando um ambiente confortável para os homens mais influentes da cidade se sentar e conversar. Esses clubes exclusivos desempenharam um papel importante na vida diária dos ricos e afortunados, oferecendo um lugar onde eles podem relaxar, jantar e se socializar.

 

 

Um dos usos mais icônicos de um sofá Chesterfield do século XIX estava no escritório de Sigmund Freud, o avô da psicanálise. Ao desenvolver sua técnica, ele percebeu que a maneira mais eficaz de extrair os pensamentos e sentimentos mais íntimos de seus pacientes era fazer com que falassem livremente, sem medo de reprovação. O sucesso dessa terapia dependia do paciente estar totalmente relaxado - algo que um sofá confortável desempenharia um papel fundamental na realização. O fato de ele escolher um sofá Chesterfield para a tarefa fala muito sobre o conforto do estilo e a sensação de luxo.

 

 

Na década de 1920, o sofá Chesterfield transcendeu sua popularidade dos clubes de cavalheiros e casas de classe alta, para se tornar um acessório em lugares como hotéis, bancos e bares. A Roaring Twenties, uma era rastreada pela música de jazz e embebida em álcool, deu a muitas foliões um lugar para sentar-se confortavelmente e relaxar.

 

 

Não seria exagero afirmar que, enquanto que na escola de mobiliário francesa predomina a leveza, na inglesa dá-se preferência à robustez. E é exatamente isso que proporciona o conforto à convidados, sendo tão requisitado em decorações de ambientes lounge. Quer que seus convidados sintam-se confortáveis? Inclua sofás Chesterfield no ambiente.

 

 

Muitas vezes, um único exemplar do belíssimo modelo de sofá Chesterfield já é suficiente para enobrecer qualquer espaço, deixando-o ainda mais aconchegante.

 

 

Ao se fazer uso de mais unidades do sofá Chesterfield, é possível criar um espaço diferenciado. Seja indoor ou ao ar livre, as possibilidades são visivelmente multiplicadas quando se opta por acrescentar sofás Chesterfield à decoração.

 

 

Especialmente no uso em cenários fotográficos e cinematográficos, o sofá Chesterfield transmite a clara sensação de poder. Qualquer que seja o protagonista da imagem, ficará naturalmente fortalecido pela presença de um imponente sofá Chesterfield.

 

 

E para ensaios fotográficos de noivos, um sofá Chesterfield ajuda a deixar tudo ainda mais esplendoroso. Transmite a sensação de solidez e perpetuidade, aspectos almejados por qualquer casamento.

 

 

Agora ficou fácil de entender porque muitas pessoas têm verdadeira paixão por essa peça! Mais que um mero mobiliário, o sofá Chesterfield é um ícone cultural que reflete todo um conceito estético e social, além de oferecer um conforto difícil de ser superado.